Mercado agropecuário e notícias LeBov

Livro conta a evolução do agronegócio em 50 anos

Muitas transformações ocorreram na agricultura e na pecuária nacionais nos últimos 50 anos. Da figura do Jeca Tatu, de Monteiro Lobato, ao profissional que alimenta as cidades e sustenta a balança comercial do País, tudo no agro mudou. Parte dessa história de mudança foi protagonizada pelos 200 engenheiros agrônomos formados pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/ Esalq), em 1967, que, neste ano, para comemorar meio século de formatura, acabam de lançar o livro “50 anos: Da Agricultura tradicional ao agronegócio – Legado dos engenheiros agrônomos Esalq/USP 1967”.

A obra traz aspectos históricos políticos, socioeconômicos, e da Esalq. Seu diferencial está em apontar a evolução da agricultura brasileira nas áreas de atuação desses formandos. Com gráficos, textos e imagens, é possível acompanhar como os diversos setores rurais, nos quais atuaram, cresceram no período. A publicação mostra também a trajetória profissional desses engenheiros agrônomos, relatada através de minibiografias.

Voltar